Google+

Tradutor

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Google testa carros autônomos na 'Matrix'


Google testa o seu carro autônomo em um cenário virtual da Califórnia antes que o automóvel chegue às ruas de verdade. É como se o veículo estivesse em uma espécie de “Matrix”.
A simulação virtual pode trazer benefícios de forma mais veloz do que a tradicional, na visão do Google, e a companhia busca o reconhecimento legal desta forma de teste de segurança. “Simulações de computador são realmente mais valiosas, uma vez que permitem às fabricantes testaram software sob diversas condições e situações de estresse do que seria possível de se realizar em uma pista de teste”, afirmou Ron Medford, diretor de segurança do Google, em entrevista ao The Guardian.
Enquanto no mundo real o carro do Google percorreu mais de 1 milhão quilômetros, no cenário virtual já foram mais de 6 milhões de quilômetros. Esse recurso permite que sejam testadas centenas de situações em apenas algumas horas. Isso equivale a algumas décadas experiências em ruas de verdade, já que conta com elementos semelhantes, como ciclistas, pedestres que aparecem de surpresa e motoristas que mudam de faixa sem sinalização prévia.
Em tese, a simulação virtual está dentro da lei californiana, que requer que um veículo deste tipo seja testado em “condições controladas”. A interpretação mais comum para essa exigência, contudo, é utilizar uma pista privada.
Carro sem volante - O Google apresentou no início deste ano um carro autônomo que não tem volante nem pedais. Ou seja, não é possível assumir a condução da forma tradicional em caso de emergência ou simplesmente vontade de dirigir. A rota de viagem pode ser programada por meio de um smartphone. O Google investe na criação de 100 protótipos, que atingem somente 40 km/h, para serem usados por funcionários da empresa.
Entretanto, segundo o Wall Street Journal, os testes que seriam realizados em na Califórnia vão contra uma nova regra do departamento de veículos motorizados do Estado, que diz ser preciso que o motorista tenha “controle físico imediato” sobre o carro. Por isso, a companhia irá colocar os controles manuais nos automóveis e prosseguirá com os experimentos agendados para setembro.
Ainda assim, o Google espera realizar testes reais na Califórnia com carros sem controles manuais, mas somente daqui a alguns anos. De acordo com o The Guardian, isso será possível devido aos testes realizados nessa Matrix criada pelo Google a partir de um mapeamento rodoviário da cidade toda.


Fonte: Info.abril.

AddThis Smart Layers

Aqui você pode doar para a manutenção das noticias do Blog de Tecnologia

Doe com o Pag Seguro

Pagamento Global

Imagens de solução

Socialclique

Afilio

Siliconaction

Cliquebanner

Afilio

Web Rádio Somsulnativo

Fogabras

Blog do Nelson Alves

Blog de Moda

Blog de Tecnologia