Google+

Tradutor

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Grêmio agora é powered by Hana



Começa uma nova fase para o Grêmio. O clube anunciou nesta quinta-feira, 17, o início de um processo de implantação de tecnologias SAP em seus segmentos de administração e futebol, baseados em processamento em Hana.


O SAP Hana, que emprega alto poder de processamento e banco de dados em uma plataforma unificada, será a cama para o desenvolvimento de aplicações a serem usadas tanto pelos dirigentes de futebol, comissão técnica e membros do conselho administrativo do clube.

Com a implantação, realizada em parceria com a ITS Group, responsável pela venda das licenças, o Grêmio utilizará o ERP da SAP, agregando módulos como o de finanças, marketing, controle de sócios, entre outros.

Segundo a multinacional, o projeto com o tricolor gaúcho representa algo inédito no futebol latino-americano. Clubes como Botafogo, Cruzeiro e o rival Inter usam ERP da Totvs (rival da SAP no país), e o Palmeiras implantou no ano passado o SAP Business One, ERP para pequenas e médias da empresa alemã.

"É uma proposta mais abrangente do que a que foi feita no Palmeiras, que é um software exclusivo para aplicação de negócios", destacou Daniel Duarte, executivo-chefe de inovação e experiência do cliente na SAP Labs Latin America.

A abrangência a que Duarte se refere tem a ver com os usos práticos dos dados e a operação em tempo real que o Hana permitirá ao clube gaúcho. Romildo Bolzan, vice-presidente do Grêmio, deu um exemplo prático sobre isso.

"Com esta tecnologia, poderemos até ter controle de estoques em nossas lojas, e os dados de venda da rede podem incluir informações de um possível sócio tricolor em nossa base", avalia o dirigente. Antes da adoção do ERP SAP, o Grêmio utilizava um sistema próprio para a gestão administrativa.

Na parte esportiva, o uso do Hana será nos moldes de projetos feitos em outros clubes em que a SAP tem tecnologia implantada, como nos EUA, em times como o San Francisco 49ers e a NBA, e Alemanha, no Hoffenheim e na seleção nacional, campeã da Copa do Mundo.

Entretanto, Duarte fez questão de afirmar que o projeto do Grêmio terá suas especificidades e de que a inovação, por si só, não garante uma "receita para ser campeão".

O Match Insights, como foi usado pela confederação alemã, usa SAP Hana para a preparação pré jogo e análise posterior às partidas, baseados em dados estruturados, como números de passes e chutes dos jogadores, até informações não estruturadas, como imagens do jogo, que são transformadas em dados como velocidade percorrida, área do campo utilizada, entre outros.

O plano do clube é ter acesso a estas informações em tempo real, tanto em jogos como em treinamentos.

Segundo Rui Costa, diretor executivo do Grêmio, o clube já está avaliando custos para adquirir sensores para uso nos treinos e no CT do clube - em partidas oficiais, não são permitidos o uso destes dispositivos.

"Já possuimos uma equipe dedicada para esta parte estatística dos jogadores. Agora estamos trabalhando para adequar este trabalho às novas tecnologias que vamos empregar", explicou.

De acordo com o dirigente, o segundo semestre será de revisão de processos no clube, e os primeiros usos das soluções SAP devem entrar em ação a partir do início da temporada 2015.

"O trabalho será conduzido por uma equipe do SAP Labs, formada por oito profissionais. Eles acompanharão jogos e treinamentos do Grêmio, definindo juntamente com o clube as melhores práticas para formatar a solução que será utilizada", complementa Duarte.

Além do Match Insights, outras aplicações que serão adotadas será o portal do jogador, em que atletas e comissão técnica poderão acessar perfis individuais de desempenho nos jogos e no campeonato. 

"A tecnologia dá subsídios para a comissão técnica e jogadores saberem o que fizeram de certo e onde podem melhorar seu jogo, baseados em dados de jogos e treinos", explica Duarte, ressaltando que o portal será uma aplicação otimizada para formatos mobile - tablets e smartphone.

Por falar em mobilidade, o torcedor também faz parte da nova estratégia, com a criação de um app do clube para a torcida. Em sua versão inicial, sem previsão de lançamento, a ideia é levar informações do clube, como datas e tabelas, assim como recursos de relacionamento entre os torcedores.

O executivo da SAP não deu mais detalhes sobre como o app deve operar. Segundo ele, as possibilidades são grandes se levar em referência experiências da SAP em outros clubes.

Um exemplo é o da SAP Arena em San Jose, na Califórnia, onde acontecem os jogos do San Jose Sharks, clube de hóquei da cidade. Através do app do clube, o torcedor pode saber as novidades, comprar ingressos, produtos do clube ou até mesmo o seu lanche usando o app.

"Este cenário não faz parte do escopo inicial do projeto, mas dependendo da vontade do Grêmio e de como o projeto se encaminhar, não vejo porque não seria possível fazê-lo", observa Duarte, que revela que as aplicações de CRM da SAP podem vir com força em uma segunda onda da implantação.

Para Bolzan, um futuro de gestão unificada desde a administração até o torcedor, passando pela Arena, depende também da situação do clube com o estádio, atualmente administrado pela OAS e que usa um ERP diferente (Totvs).

"Se acontecer de o Grêmio assumir o controle da Arena, daí entraremos em uma nova conversa", respondeu de forma direta Bolzan, fazendo referência ao plano do presidente gremista Fábio Koff para reunir investidores para comprar os direitos da Arena junto à OAS.


Fonte: Baguete

AddThis Smart Layers

Aqui você pode doar para a manutenção das noticias do Blog de Tecnologia

Doe com o Pag Seguro

Pagamento Global

Imagens de solução

Socialclique

Afilio

Siliconaction

Cliquebanner

Afilio

Web Rádio Somsulnativo

Fogabras

Blog do Nelson Alves

Blog de Moda

Blog de Tecnologia